Yoga Atman Pasanna


Discurso 54. Uma perspectiva esoterica Pai Nosso

(Continuação, n. 3)A primeira parte pode ser facilmente entendida se aplicarmos a base da filosofia do Yoga do Conhecimento (Jnana Yoga): A realização do Espirito como a única Realidade. O conceito de Jesus sobre Deus era de um puro idealismo – como também na mais alta metafisica da Índia, expressa no Sankya Yoga Vedanta. Seguir completamente o conhecimento de Deus que Jesus seguiu, o caminho que deixou evidente para o mundo. Naquele cuja totalidade da vida comum gira em torno de um centro comum que é Deus, é encontrar a inspiração suprema neste idealismo.

O que é Deus? Como Jesus o concebia? Ele não adorava um Deus antropomórfico. Deus, concebido em forma de pessoa. Ele não estava pensando em uma suprema personagem sentada em algum lugar distante em uma região desconhecida no alto do cosmo. Uma visão de Deus antropomórfica não podia atender ao seu espírito universal; esta ideia não explicada em suas palavras ou sermões ou pelas implicações de seus pensamentos. O que ele pensava envolvia o conhecimento da Realidade Absoluta de Deus como Espírito. A filosofia sublime de Jesus foi, de certa maneira, a causa de ele ser considerado um revolucionário espiritual contra muito dos conceitos ortodoxos de seu próprio povo. Para ele Deus não poderia ser limitado por nenhum parâmetro da criação  - tempo, espaço, causalidade, forma, personalidade – nem poderia se codificado pelos credos feitos pelos homens. Deus transcende tudo isto.

A expressão na Oração do Pai Nosso, “Father in Heaven”, refere-se ao Criador na forma transcendental infinita, que é ele mesmo aquela consciência transcendente. Deus criou todas as coisas, mas não é influenciado por elas. Na sua invocação inicial de Deus Jesus leva nossa consciência de uma vez para o conhecimento – a visão, o entendimento, a realização – da forma transcendental de Deus. Talvez se ele estivesse falando em nossa língua hoje ele teria dito: “nosso Deus transcendental” ao invés de “Pai nosso que estais no Céu”

 

A ideia de um Deus transcendental, em si mesmo, iria naturalmente fomentar a ideia de um deus inatingível, remoto, a parte de Suas criaturas e criação.  Este Deus que não teria nenhum relacionamento com as almas que criou pareceria não verdadeiro, ou todo o cosmo seria absurdamente sem propósito. Jesus enfatizava um relacionamento eterno entre Deus e a humanidade com o uso da palavra “our” “nosso”. Ele direcionava a atenção dos fieis não simplesmente para Deus; Deus de Jesus, Moisés, Krishna, Budha, Mohammed; de todos os seres humanos, santos e pecadores, corretos e incorretos. Não num sentido comum, mas num propósito específico ele utilizou a palavra “Nosso Pai” para criar uma ligação entre o Deus transcendente e os seres criados. Toda a filosofia de conexão entre a alma humana e Deus está incorporada naquela simples palavra nosso. Este Deus é a fonte de todos os seres, assim ele é o Pai. Aqui “Pai” é um puro símbolo do idealismo de Jesus: Espirito, O Deus transcendental como a fonte, o Progenitor primal de toda a criação do cosmo. Dele todas as coisas vieram a se manifestar, e pela sua própria onipotência cósmica eles encontram sua perfeição: Um Pai. Sob sua orientação onisciente, todas as coisas movem em seu curso indicado, Pai. Em Seu amor e benevolência os seres criados encontram força e alegria - um Pai. Jesus expressou este conceito metafísico numa linguagem entendível: “Nosso Pai que estais no Céu”, o Deus transcendental inseparavelmente relacionado com todos os seres: a fonte, a sustentação, e a salvação de todos. O todo deste vasto conceito é dado nesta frase inicial da Oração do Pai Nosso. (continua em breve)



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 10h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 
 

Discurso 54. Uma perspect esoterica Pai Nosso

(Continuaçao)  A Oração do Senhor é o hino maior da cristandade, muitas vezes utilizado nas celebrações, mas raramente experimentado como uma realização pessoal, Em palavras simples cada frase oferecida por Jesus nesta profunda oração ressoa em harmonia perfeita com o idealismo cósmico das antigas escrituras sagradas da Índia, a essência do que é grandiosamente sintetizado no Bhagavad Gita.

A oração pode ser analisada como sendo composta de quatro partes distintas, no todo aborda tanto a transcendência com a imanência de Deus, e a relação do homem com Ele, como o Pai Celestial de todos. As três primeiras partes transmitem, respectivamente, as verdades cósmicas que validam os sistemas definidos como Jnana, Karma, e Bhakti Yoga - união com o Infinito através da sabedoria, da ação correta e do amor divino. Concluindo, o quarto segmento é um resumo da reverência para com o Espírito Infinito Onisciente, Deus, o Pai.

1. Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino.
2. Seja feita a Vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. 
3. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. 

 

4. Porque Vosso é o reino, o poder e a glória, para sempre. (Continua em breve)



Categoria: Tipos e Estilos de Yoga
Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 10h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Discurso 54


Uma Perspectiva Esotérica da Oração do Senhor

Extraido do livro THE SECOND COMING OF CHRIST de Paramahansa Yogananda


E aconteu que, ele estava orando num certo lugar e quando acabou, um dos seus discípulos disse-lhe. "Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos."


E ele disse-lhes: "Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estáis nos Céu, santificado seja o Vosso nome, venha a nós o Vosso reino. Seja Feita a Vossa Vontade assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje e perdoa os nossos pecados, assim como nós perdoamos a todo aquele que está em dívida conosco.  E não nos deixeis cair em tentação, mas livra-nos do mal "(Lucas 11:1-4)


Referência paralela:


"Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso reino, Seja feita Vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. E não nos  deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Porque Vosso é o reino, o poder  ea glória, para sempre, Amém "(Mateus 6:9-13)

     A Oração do Senhor é o hino maior da cristandade, muitas vezes utilizado nas celebrações, mas raramente experimentado como uma realização pessoal, Em palavras simples cada frase oferecida por Jesus nesta profunda oração ressoa em harmonia perfeita com o idealismo cósmico das antigas escrituras sagradas da Índia, a essência do que é grandiosamente sintetizado no Bhagavad Gita (Continua em Breve)

     



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 14h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Pratipakshabhavanam (P B como chamada por Swami Satchidananda)

É uma técnica que sugere que substituamos os pensamentos negativos por pensamentos positivos. (Sutra 2.33. de Patanjali). Isto pode soar como uma enganação. Entretanto é uma forma consciente de você direcionar o pensamento fora daquilo que você não quer!

Poderia questionar que você simplesmente vai substituir um apego por outro. Entretanto agora você está se conectando conscientemente a algo mais elevado e com práticas continuas trazendo isto para o dia a dia a pessoa vai se elevando em termos da qualidade do que ela está se conectado. Assim, se trabalhando no dia a dia, passo a passo, vai progredindo até ficar mais e mais ligado (a) a sua verdadeira natureza, o Self. O trabalho deve ser continuo, faz parte de uma grande jornada (em direção ao Self).

Bhakti, devoção, é uma espécie de atalho, você se conecta com o divino e então tudo o mais fica para trás.

Isto, entretanto não é fácil para grande parte das pessoas. Também esta conexão  pode ser momentânea, enquanto esta na igreja você se sente muito elevado (a), está flutuando, volta para casa é outra realidade, filho reclamando, contas para pagar etc., perde todo o elã que teve, “amanhã” tem que voltar na igreja para viver alguns momentos de elevação novamente! A mesma coisa pode acontecer com quem medita. Enquanto está meditando tudo muito bonito, sai da meditação, volta para o dia a dia, e fica irritado com as coisas do mundo!

Desta forma tanto bhakti (devoção) quanto raja (meditação) não pode ser desvinculada da vida no dia a dia!

Na Gita 14.20-22 fala de transcender os gunas, mas é trabalhando o pensamento no dia a dia que se chega lá e Pratipakshabhavanam pode ser de grande ajuda.  Reverências aos sábios Patanjali e Vyasa.



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 08h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Se não nos superarmos não progredimos. Nascemos com certas tendências, com a predominância de certos gunas, Temos que nos elevar acima dos gunas, das nossas tendências naturais, senão estamos apenas repetindo o padrão, o que está  programado. Pelo exercício da vontade, no nosso dia a dia é que vamos conseguindo superar as pequenas coisas mesmo. Observe seu dia e veja no que você superou a tendência de seu corpo, da sua mente inferior, neste dia. Seja vigilante, não deixe seu dia ser apenas uma repetição de padrões e demandas do corpo e mente, exerça sua força, sua vontade, ela é o seu maior poder. OMM! AMEM!  Bagavad Gita 14:16-19 reforça isto.

 



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 06h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Hari Om!

       Vamos iniciar o primeiro curso de formação de professores de Yoga Integral, categoria Básico em Lavras MG, no Centro de Yoga Integral Satchidananda. O curso tem validade internacional. Primeiro encontro dia 31.05.14 e 01.06.14. Sábado e domingo o dia todo. Sao doze encontros terminando em maio de 2015, faz parte do curso um retiro de yoga na semana santa de 2015.   Vagas limitadas.

       Informações (35) 38214361    (35) 88868668 oi;  (35) 92454483 tim; (35) 98959665 vivo

                            Atman Vieira

                                                  Om Shanti!




Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 10h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


           Centro de Yoga Integral Satchidananda

Curso de Raja Yoga -  Sutras de Patanjali 

Prof Arnaldo (Atman)

Objetivo - Obter um melhor governo da mente através do melhor entendimento de seu funcionamento e do estudo e  prática dos ensinamentos do Yoga Sutras

Datas - 11/08; 01/09; 29/09; 20/10; 24/11; 08/12.  Sabado das 14 as 18h

Local - Rua Raul Soares, n.76, s.302 Centro Lavras  Informaçoes e inscriçoes : telef. (35)38214361 e (35)88868668

Programaçao -Programação dos encontros: 14:00-14:20h –Mantras e Kirtans; 14:20 -16:00h – Estudo dos Sutras de Patanjali; 16:00-16:15h – Intervalo; 16:15-17:00h – Prática de Asanas;17:00-17:15h – Pranayamas17:15-17:45 h– Meditação.

Livro Texto - Os Sutras de Patanjali comentado por Swami Satchidananda - fornecido como material do curso

Investimento - R$600,00 em seis vezes ou R$540,00 a vista.



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 11h12
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Swami Satchidananda


O Corpo é seu instrumento

                                                                                                     TEXTO DE SWAMI SATCHIDANANDA Tradução livre de Atman Vieira – Fonte Integral Yoga Magazine

         Cuide de seu corpo; da mesma forma que seu carro necessita manutenção e cuidado regularmente assim também é o corpo. Seu corpo contem todas as maquinas. Suas pernas são o carro. Seus olhos são sua câmera, sua voz é seu microfone, seu cérebro é seu gravador, assim por diante (talvez hoje dissesse seu cérebro é seu computador). Aponte uma máquina que existe no mundo que você não tenha a correspondente no seu próprio corpo. Voce tem tudo. Mesmo os foguetes espaciais estão lá. Feche os seus olhos e pense na lua. Você pode ir na lua dar centenas de voltas ao redor dela e voltar em poucos minutos, não pode? Sim, você tem seu foguete espacial; você não precisa de uma base de lançamento para ele. Voce tem tudo. Portanto lide com os instrumentos de seu corpo apropriadamente.  Mantenha-os em boas condições e faça bom uso deles.

 

The Body is Your Instrument

 

         “Take care of your body. In the same way that your car needs regular maintenance and care, so does your body. Within your body, there’s every machine. Your legs are your automobile; your eyes are your camera; your voice is your phone; your brain is your tape recorder and so on. Name one machine you see outside yourself that doesn’t exist in your own system. You have everything. Even space rockets are there. Close your eyes and think of the moon. Can’t you go hundreds of times around the moon and come back in a few minutes? Yes, you have your space rocket here; you don’t need to have a special launching pad for it. You have everything. So treat the instruments of your body properly. Keep them in fit condition and make use of them in a proper way.

 

“God bless you. OM Shanti, Shanti, Shanti.”



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 17h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Hari Om!

      Abaixo transcrevo texto de Swami Ramananda sobre pranayama Extraido de “Integral Yoga Teachers Association Newsletter Volume XX, No.4, Nov

 

Pranayama (respiração)

            Exercícios respiratórios, trabalhados com compaixão, atenção e com a combinação de esforço e relaxamento ajudam a purificar o corpo energético (pranamaykosha) removendo os obstáculos que obstruem o fluxo natural da energia.

            Por exemplo, nos sabemos o que é sentir a energia do amor fluindo no nosso peito – não um momento agitação, mas um sentimento profundo de amor e compaixão em nosso coração por alguém. Também sabemos o que é sentir nosso coração “para baixo”, fechado, cheio de amargura e raiva, pretejemos nosso coração com uma armadura e nos sentimos só, desligado de todos. Este é um exemplo de como a energia sutil governada pelos sentidos e pelas emoções, e influenciada também pela experiência física pode tanto estar fluindo como pode estar se fechando no coração. Estas condições que inibem o fluxo são poderosamente influenciadas pela prática de panayama.

            Através da prática de pranayama as obstruções são gradualmente removidas e nós nos sentimos revitalizados, sentimos uma leveza física e mental. Entretanto se não cuidarmos do que causou o bloqueio do prana o coração vai se fechar novamente com aquelas emoções pesadas. Então, nos caímos de novo nos mesmos problemas do fluxo do prana novamente.

            A combinação dos benefícios de asana e pranayama praticados sob a orientação de yama e niyama cria a condição única de se tornar ao mesmo tempo alerta e relaxado, com esforço e relaxamento combinados.  Isto nos dá condições de estabilidade e atenção para trabalharmos no próximo nível – Manomaykosha, o corpo mental, o mental inferior, lugar dos sentimentos e emoções bem como dos instintos.

 



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 10h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Atividades em andamento-2011

Y  O  G  A

Aulas na Galeria

Segunda e quarta: às 18h

Terça e quinta: às 18h e às 19:15h

Aulas na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Lavras- para sócios

  Segunda e quarta: às 19h

Aulas na Capela Ecumênica da UFLA

  Terça: às 17:30

Curso básico de Yoga e Meditação: aprendendo para a vida

 um sábado por mês-turma fechada

Estudo do texto Tattwabodhah

horário a definir


Preços especiais para professores de escola pública, estudantes de graduação,

participantes do Curso básico e associados da AAPIL

Entre em contato para mais informações:

Rua Santana,179, sala 302

Arnaldo (Atman) -  35 8886 8668
e-mail: arnaldopvieira@yahoo.com.br

 



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 13h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Mulabandha e Muladhara

 


Mula Bandha e Muladhara

Bandha significa contrair, segurar, reter, comprimir. Quando são realizadas, ocorre no nível físico, uma profunda massagem dos orgãos e glândulas internas. Já no nível energético, pode-se dizer que o “Prana”, ou energia vital é amarrado. Dessa maneira é possível trabalhar concentrados, retendo este Prana e dirigindo-o através dos canais energéticos (nadis) com o intuito de despertar a espiritualidade.

O Mula Bandha também recebe o nome de “fechadura do ânus” ou “fecho da raiz”. Pode ser explicado como a contração do ânus e dos orgãos genitais. Essa técnica contrai o assoalho pélvico e eleva a energia concentrada nesta região em direção ao centro do corpo. A energia a qual me refiro é a energia do centro Muladhara (primeiro chacra, chacra da base), localizada na base da espinha. Este é o centro de energia físico e dos instintos de sobrevivência. É a energia sexual. Se relaciona com a segurança, sobrevivência, confiança, lidar com o dinheiro, lar e trabalho, habilidade de estar enraizado, presente no tempo, facilidade em lidar com as mudanças. É uma ligação do ser humano com a Mãe Terra, o que permite que o ser humano se sinta bem enquanto encarnado. É representado pela cor vermelha, elemento terra, e no corpo tem ligação com as glândulas suprarenais, sistema linfático, glândula sexuais, pernas, pés e também com o nariz, sendo este um orgão de ação associado à sobrevivência.

Mula se refere à raiz de todas as ações, sendo esta raiz, os próprios pensamentos. Com o estímulo do chacra da base, a partir do Mula bandha, estimulamos um fluxo mais positivo de pensamentos e dessa maneira colocamos melhores intenções em nossas ações, nos tornando mais conscientes da união e sintonia entre nosso corpo e nossa mente. Assim a energia da base é canalizada para as ações corretas, sendo estas, sintetizadas dentro dos princípios do Yoga, denominados por Patanjali como Yamas e Niyamas. Vale destacar o yama Brahmacarya, no qual Patanjali nos ensina a canalizar a energia no sentido de despertar a compreensão do que é essencial, no caminho do Absoluto.

O estimulo do mula bandha no Muladhara chacra equilibra todas as funções relacionadas a este chacra e elimina qualquer nó ou impedimento energético nesta região. Com tudo isso, o corpo físico se torna mais leve, e a prática do mula bandha durante os asanas facilita os movimentos, tornando o esforço menor. Outros benefícios físicos do mula bandha são: Aumento da estabilidade, flexibilidade e da irrigação sanguínea da musculatura pélvica. Aumento da potência sexual. Mantém o equilíbrio hormonal. Tonifica os intestinos e o baixo abdômen. Cria uma melhor base para os movimentos respiratórios.

Com o estímulo de mula bandha durante os asanas, a energia localizada em Muladhara chacra não é disperdiçada. E sim, canalizada, movendo-se de fora para dentro, de baixo para cima, da Mãe Terra para o Céu, da inconsciência para a consciência, sendo este o sentido da transcendência, iluminação, libertação.

Por: Ana Cristina Rodrigues Torres

Fontes

Packer, Maria Laura. A Senda do Yoga: Filosofia, prática e terapêutica, Brasília: Editora Teosófica, 2008.

Sumar, Renata. Apostila do curso de formação de professores de Hatha Yoga Integral, 2010.

Tattvabodhah – Sri Sankaracarya. Rio de Janeiro, Vidya Mandir, 2007

http://www.yoga.pro.br

http://www.dharmabindu.com

 



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 08h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 
 

Perfil Ana Cristina

http://cris-yoga.blogspot.com/

Olá Adicionei o link: Perfil da instrutora Ana Cristina. Sejam bem vindos para visitar este blog! Namastê Cris



Categoria: Link
Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 14h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


SHAUCA - Pureza

Shaucam é a limpeza nos dois sentidos, bahya, limpeza externa e  antara, limpeza interna. Bahya shaucam, limpeza externa é um valor bem compreendido. Além disso a disciplina diária de manter a limpeza produz certa atenção e vivacidade na mente.

Antara shaucam limpeza interna não é tão bem reconhecida. Significa limpeza da mente. O que é limpeza da mente? O que torna uma mente impura? Ciúme, zanga, raiva, medo, egoísmo, vaidade, autocondenação, culpa, orgulho, possessividade, todas essas reações negativas e o clima de ressentimento e desespero que surge de sua produção, constituem impurezas da mente.

Diariamente, lavo meu corpo, minhas roupas e arrumo a mesa. É um trabalho diário até a morte. Enquanto há vida no corpo, estas são atividades cotidianas. O mesmo ocorre com a minha mente, todos os dias até estabelecer-se o autoconhecimento. Quando isso acontece a minha falsa identidade com a mente se vai. Quando a limpeza diária, externa ou interna, não é feita, o acúmulo torna a tarefa muito mais difícil.

              Bibliografia – VALOR DOS VALORES  de Swami Dayananda



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 21h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Alteração de data do curso!!

Ola Participantes do Curso báscio de Yoga e Meditação.

É importante lembrar e avisar aos que ainda nãosabem que

a data do segundo encontro do curso foi modificada para o dia 16/10,

em razão do feriado prolongado que acontece em Lavras de 9 a 13 de outubro.

Om Shantii

Ana Cristina

 



Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 10h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Curso básico de Yoga e Meditação
aprendendo para a vida


A Meditação nos ensina a trabalhar a arte do silêncio interior e viver plenamente o presente nos conduzindo ao equilíbrio e a serenidade.
Yoga é um conjunto de métodos designados a desenvolver cada aspecto do ser humano, é também o caminho da saúde e da paz e harmonia nos diversos níveis do Ser.
O curso é indicado para quem já pratica e para quem tem interesse em iniciar-se no caminho. O curso será constituído de 15 encontros presenciais, geralmente a cada três sábados das 8 hr as 18 hr com intervalo para almoço, sendo o último encontro dirigido por Swami Ramananda.
O curso abrange o estudo do Yoga em seus aspectos físico, emocional, intelectual e espiritual; abordando o alinhamento e a percepção dos Asanas (posturas pscicofísicas), estudo dos Sutras de Patanjali (livro que trata da teoria filosófica e prática do Yoga), o canto de Mantras, a respiração, o relaxamento e a importância da concentração; sendo o conjunto destas práticas integradas, uma base importante para a meditação.
O curso fornece material didático virtual, e um caderno especial para o participante organizar seu diário de aprendizagem; o qual servirá de apoio para a elaboração de uma apresentação no final do curso, com seu tema de interesse. Também serão requeridos do participante relatórios de aprendizagem trimestrais. É interessante que cada aluno possa dispor do livro Os Sutras de Patanjali de Swami Satchidananda, a combinar no primeiro módulo.

-    Início 18/09/10
-    Local – Capela Ecumênica da Universidade Federal de Lavras
-    Carga Horária 200 horas, sendo 120 presencias e 80 à distância

-    As datas previstas para os encontros são as seguintes: 18/09/10; 9/10/10; 30/10/10;  20/11/10;  05/02/2011,  26/02/11;  19/03/11;  09/04/11;  30/04/11;  14/05/11;  04/06/11;  25/06/11;  06/08/11;  27/08/11; 07/09/11;

- Valores
Estudantes de graduação    12 X R$ 40,00  / 2X R$ 210,00 / à vista   RS 400,00
Outros                                  12 X R$ 60,00  / 2X R$ 310,00 / à vista   RS 600,00

- Instrutores
Prof Arnaldo (Atman) é Eng. Agrônomo, MS em Administração, Dr. Ciências Sociais – Antropologia. Iniciou a prática de yoga em 1976 com Lana Maia em Lavras MG. Fez seu curso de formação em Hatha Yoga Integral pelo Jaivida BH e também nos níveis intermediário e avançado, com Renata Sumar, Sivakami e Swami Ramananda. Visitou a Índia e o Satchidananda Ashram em Virginia. Participou de diversos retiros e workshops. Fez o curso de formação em Meditação e Relaxamento pelo Instituto Iswara de Campinas com Andrês e convidados. Dirige práticas de yoga de forma continuada desde 2000. Swami Ramananda é um monge do Yoga Integral reconhecido mundialmente. Tem se dedicado ao Yoga desde 1976. Atualmente é presidente do Integral Yoga Institute of New York, conduzindo cursos para instrutores iniciantes, intermediários e avançados e ensinando em cursos e workshops por todo o mundo, os aspectos da prática e da filosofia do Yoga e Meditação. Renata Sumar é filha de Sonia Sumar (Sivakami), foi discípula direta de Swami Ramananda e participa dos cursos de Sivakami e é mestra do Prof Arnaldo (Atman). Para maiores informações sobre o Yoga Integral de S Satchidananda no Brasil siga o link http://www.yogaintegralbrasil.com/ .

 





Mais informações na FAEPE em www.faepe.org.br e telefone 35 38291841;

Na Ufla com Ana Cristina pelo email: anacris_bio@yahoo.com.b

ou pelo tel. (35) 91370203 e com o prof Arnaldo pelo telef (35) 88868668.




Escrito por Arnaldo Vieira (Atman) às 19h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, LAVRAS, Centro, Homem, de 56 a 65 anos, Portuguese, English



Histórico


Categorias
Todas as mensagens Link 8passos do yoga parte1 parte 2 Tipos e Estilos de Yoga



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Perfil e histórico do Professor Arnaldo
 Yoga Integral
 Perfil da intrutora Ana Cristina